Notícias

Rússia na ONU: "Donbass teria retornado à Ucrânia se Kiev tivesse feito algo a respeito"

O representante da Rússia na ONU, Vasili Nebenzia, emitiu as declarações no Conselho de Segurança das Nações Unidas.
Rússia na ONU: "Donbass teria retornado à Ucrânia se Kiev tivesse feito algo a respeito"Gettyimages.ru / Pacific Press / Colaborador

"No final da implementação dos acordos de Minsk, Donbass teria retornado à Ucrânia, se a Ucrânia tivesse feito algo a respeito", disse o representante permanente da Rússia na ONU, Vasili Nebenzia, em uma reunião do Conselho de Segurança da ONU na segunda-feira.

Isso teria acontecido se a Ucrânia fosse "um país civilizado, onde os direitos de todos são igualmente respeitados, sem qualquer discriminação por motivos políticos, linguísticos ou nacionais", disse ele.

Nebenzia reiterou que a implementação do que foi acordado na capital bielorrussa entre as delegações de Kiev e Moscou em setembro de 2014 e em fevereiro de 2015 (Minsk I e Minsk II, respetivamente) teria sido o "melhor roteiro" possível para resolver o conflito interno que a Ucrânia vivia faz uma década. 

O diplomata lembrou que o povo de Donbass "queria pouco: viver pacificamente em sua terra, falar sua língua [russo] e educar seus filhos nela, assim como venerar aqueles que libertaram essa terra do fascismo e não aqueles que colaboraram com os nazistas".

Além disso, o chefe da delegação russa manifestou que nenhum dos líderes ocidentais "encontrou forças em si mesmo para reconhecer a sabotagem dos acordos de Minsk por Kiev".