Notícias

Venezuela apoia a África do Sul em sua denúncia contra Israel por "atos genocidas" em Gaza

Caracas aplaudiu o "passo firme e histórico" da nação africana "em defesa do povo palestino e do direito internacional".
Venezuela apoia a África do Sul em sua denúncia contra Israel por "atos genocidas" em GazaLegion-media.ru / Chepa Beltran/Long Visual Press/Abaca/Sipa USA

O Governo venezuelano expressou nesta terça-feira seu apoio à África do Sul na ação movida perante a Corte Internacional de Justiça (CIJ) em Haia, como parte de um procedimento para investigar os "atos de genocídio" cometidos por Israel na Faixa de Gaza.

"A República Bolivariana da Venezuela aplaude a ação histórica movida pela República da África do Sul contra o Estado de Israel perante a Corte Internacional de Justiça (CIJ) em 29 de dezembro de 2023, em relação às violações desse país de suas obrigações nos termos da Convenção para a Prevenção e Punição do Crime de Genocídio", escreveu o Ministério das Relações Exteriores da Venezuela em um comunicado à imprensa.

Caracas também conclamou a comunidade internacional a apoiar a ação da África do Sul, "com um apelo urgente por respeito à vida e à dignidade humana".

Segundo o Governo palestino, o número de pessoas mortas no território sitiado pelo exército do país hebreu subiu na segunda-feira para pelo menos 23.084, incluindo 9.000 crianças.

Nesse contexto, o Ministério das Relações Exteriores da Venezuela se referiu às "ações desumanas do Estado de Israel".