Notícias

Kremlin: "Nenhuma cidade ou país está completamente protegido da ameaça do terrorismo"

Kremlin: "Nenhuma cidade ou país está completamente protegido da ameaça do terrorismo"Sputnik / Maxim Blinov

A luta contra o terrorismo exige cooperação internacional, mas ela está faltando por causa do confronto com o Ocidente, lamentou o porta-voz da presidência russa, Dmitry Peskov, na segunda-feira.

"Nenhuma cidade e nenhum país podem ser completamente protegidos da ameaça do terrorismo", disse ele.

Falando à estação de rádio Mayak nesta segunda-feira, Peskov disse que o Kremlin manteve conversas telefônicas com os líderes de países como Belarus, Uzbequistão, Tajiquistão e Turquia, enquanto não houve contatos com líderes ocidentais. Ele afirmou também que "os dados de inteligência nunca são apresentados ao Kremlin. Eles são transmitidos pelos canais existentes entre os serviços especiais, explicou, algo que diz respeito a informações confidenciais, que não são divulgadas ao público.

O porta-voz descartou que os serviços de inteligência da Rússia tenham responsabilidade pelo ataque terrorista da última sexta-feira na sala de concertos Crocus City Gall, uma vez que "trabalham sem parar", lidando com "todas as ameaças e todos os desafios" que surgem no país.

Mais informações em breve.